Logo Mastercam Segurança

Segurança em condomínios

A vida e a tranqüilidade de seus familiares, vizinhos e amigos dependem desses cuidados com a segurança que, somente nos mesmos poderemos adotar e praticar. Devemos lembrar que muitas vezes um delito ocorre, quando a prevenção falha. Cabe, portanto, a cada um de nós a nossa parcela de contribuição responsável e ativa dentro do sistema de Segurança Pública, colaborando com determinação e empenho com as autoridades e os órgão competentes.

A – AOS SÍNDICOS

1. Os síndicos devem estar sempre atentos, fiscalizando tudo, desde os trabalhos no edifício até a rotina de funcionários e zeladores.
2. Para contratar algum funcionário, o síndico deve manter um cuidado especial, analisando seus antecedentes e suas referências.
3. Uma ficha de cadastro dos moradores do condomínio é essencial. Nesta ficha de uso exclusivo do condomínio deverão constar todos os detalhes do morador em pauta, desde placa de carro até me de parentes e amigos para consulta em caso emergencial.
4. Para a contratação de funcionários, a escolha deve recair naqueles que tenham cursos de formação e treinamento ou mesmo que possuam referências positivas de outros condomínios.
5. Portas de entrada, portões de garagem, equipamentos de segurança, em caso de avaria devem ser consertados imediatamente. Por isso, o síndico precisa ter em mãos endereços e telefones das firmas reparadoras para perfeito funcionamento destas peças fundamentais.
6. As entradas do edifício sejam elas sociais, de serviço ou garagem, devem ser bem iluminadas, evitando objetos de arte ou decoração que possam impedir uma visão satisfatória dos locais.
7. Reciclar e preciso. Neste período onde a globalização impera, o aperfeiçoamento e treinamento dos funcionários devem ser constantes. A realização de cursos especializados e reuniões freqüentes com moradores, as discussões contínuas das dicas de segurança levam ao objetivo Maximo que é o bom funcionamento do condomínio.

B – AOS MORADORES (CONDÔMINOS)

1. O morador deve ter em mente que a sua compreensão e colaboração são fundamentais para a segurança eficaz no condomínio.
2. Sempre que solicitado, verifique se o assunto lhe diz respeito e só então desça à portaria. Não se exponha desnecessariamente.
3. Os funcionários não devem ser criticados caso façam parentes e amigos permanecerem do lado de fora do edifício enquanto se procede a identificação. Isso significa segurança para todos os moradores.
4. Os moradores devem sempre deixar ou enviar para a portaria, cheques ou dinheiros para receber encomendas pedias (fitas de vídeo, pizzas, lanches, remédios, etc).
5. Quando estiver chegando ou saindo da garagem do seu edifício, fique de olho para ver se existem pessoas de ar suspeito. Isso acontecendo, dê voltas com seu carro até sentir-se seguro.
6. Objetos que eventualmente chegarem de surpresa para qualquer morador, como flores e presentes, devem ficar na portaria e retirados pelo morador destinatário ou levado até o apartamento por um funcionário.
7. Você morador, também deve ser discreto. Evite comentários sobre ganho ou bens em frente a funcionários do condomínio e quando possível, alertar os funcionários para que não comentem seus hábitos.
8. Os moradores, ao contratar empregados, babás e motoristas, devem exigir documentação e antecedentes . E como candidatos, estes postulantes devem ser recebidos na portaria e não nos apartamentos.
9. Evite deixar chaves do apartamento com empregados ou na portaria. Quando necessário, deixe com um vizinho.
10. Quem mora no térreo, primeiro e segundo andar deve redobrar a segurança, protegendo as áreas de acesso.

C – SUGESTÕES AOS CONDÔMINOS

1. É preciso, sempre que as condições financeiras permitirem, cooperar para instalação de equipamentos indispensáveis à segurança: interfone, intercomunica dor (porteiro eletrônicos) e alarmes. E sempre colocar um olho mágico de 180 graus nas portas dos apartamentos.
2. Uma recomendação importante é colocar a guarita recuada do portão com grades altas ao redor do edifício e sempre controlar o portão da garagem. Vidros à prova de bala e espelhados (visão de dentro para fora apenas) são recomendados.
3. Alarme ligado, portas e vidros fechados. Os carros no estacionamento do prédio devem sempre ficar assim. E não esquecer pacotes e objetos à vista.
4. Uma senha pode ser estabelecida entre moradores e empregados, visando casos de perigo. E estas senhas devem ser substituídas periodicamente e ficar como segredo entre os próprios moradores.
5. Caso você tenha a infelicidade de ser surpreendido por um assaltante, acima de tudo, mantenha a calma, nunca entre em confronto com eles. Preste bastante atenção nos detalhes, cor, altura, tatuagens, maneira de falar, olhos, roupas, cicatrizes e qualquer outra minúcia. Isso pode ser útil para uma denúncia.